domingo, 12 de outubro de 2008

Cutucando a ferida


Esses dois últimos dias foram phoda(com PH mesmo).Ás coisas estão até se acertando na minha vida ,mas parece que tem dias que são piores que os outros,as dores voltam do fundo da alma dilacerando tudo.Bem,hoje fazem 3 meses que ele morreu,mas ontem foi pior, ontem a angústia me encontrou novamente.Trazida, talvez pelo clima de dia das crianças, com tantos pais presenteando seus filhos, misturados com o fato de ter doado as lembrancinhas da maternidade só agora, mexendo em tudo acabei escavando pra dor voltar.Não é facil ficar imune ás crianças nos shoppings com seus pais felizes e não pensar que meu filho não teve direito a conhecer um momento alegre sequer, não é mole, não parece justo.Doei as lembrancinha e o sentimento ali foi diferente,fiquei com medo de algo não dar certo com esse bebê também,não queria que outra mãe passasse por essa situação, de ficar com a caixa de lembrancinhas guardada novamente num armário.Acreditam q hj liguei pra saber se o bb tinha mesmo saído do hospital?Que alívio saber que sim.
Essa semana promete muitas emoções no âmbito profissional e voltarei aqui pra contar,contar coisas boas espero!

8 comentários:

Anônimo disse...

com certeza teve momentos felizes sim. Ser amado como foi já é motivo para ser feliz sempre!!!
força!!
lalá

Anônimo disse...

Lembrancinhas tão lindas não poderiam ficar guardadas no armario, nem sei o que é imaginar a possibilidade de acontecer a mesma coisa com quem ganhou, que bom que está tudo bem... Não fique triste assim, acho que ele foi feliz de ter uma mãe tão carinhosa e que lutou tanto por ele.
Beijos
Ana Paula Drumond

Karen disse...

Dani, querida,
não pense em momento algum que este bebê que foi presenteado passará por algo como nós passamos. Não podemos fazer da nossa trsite e dolorosa experiência um exemplo, na verdade foi uma fatalidade. Eu, pela primeira vez, consegui passar um dia 07 (dia que a boneca se foi) sem lembrar que faz 05 meses que ela se foi.
Como tenho 02 meses a mais de saudade, posso te garantir que uma hora o coração aclama, mas estes momentos de dor, minha amiga, teremos para sempre. Mas pensaremos nos nossos amores com felicidade heim, pois foi isso que eles fizeram por nós.

*qdo der me chame no msn.

bjs e otima semana com mtooo sucesso!

Anônimo disse...

Dani, “não apresse o rio ele corre sozinho”.Seu coração e o do Beto ainda vão sangrar por um tempo, em especial nessas datas, depois vai somente doer, depois ficar triste, até atingir a profundidade das águas remansosas esperando que algum acontecimento o traga à tona.Não poderia ser diferente, porque os mortos não podem governar a vida dos vivos. Eduardo esteve brevemente entre nós, e realmente, o pouco tempo em que esteve foi sofrido, mas não se esqueça o guerreiro que foi, vencendo todos os prognósticos negativos e surpreendendo a todos com sua resistência. Porém soube a hora de partir, não quis viver acorrentado a remédios , tubos, médicos, mesmo que para isso tivesse que ausentar de você e do Beto. Não é que vocês não valessem a pena, mas ele não quis ser motivo de sofrimento e dor. Ele na sabedoria dos pequeninos e na intimidade que sinto eles terem com Deus, sabia que um dia vocês ainda se encontrarão na luz, onde só há paz. Tenha certeza que embora ela não tenha desfrutado da felicidade aqui, desfrutará dela através de cada momento feliz seu e do Beto. Então, amiga, viva seu luto plenamente, isso é necessário, não pule etapas, supere cada momento, um dia você acordará e levará um susto ao ver que seu coração encontrou a paz. Para isso é necessário sua ajuda, vá se desligando, guardando as coisas dele, desarrumando o quarto. Lembra aquela música do Chico, “que a saudade é o revés de um parto, que a saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu”. Então, desarrumar o quarto é transformar essa saudade sangrenta em uma saudade serena. Quem não me conhece pode estranhar o meu post, mas você sabe que sou formada nessa sua dor. Sinta-se abraçada e acolhida em um colo de mãe.

Anônimo disse...

Voces duas me fazem chorar .... para com isso !
Valéria e Dani ...

lises disse...

Voces duas me fazem chorar .... para com isso !
Valéria e Dani ...

A-N-A disse...

Amiga, imagino sua dor ao mexer com as lembrancinhas do seu fofo.
Siga em frente do jeito que está fazendo porque por mais dolorido que seja, você está conseguindo seguir em frente. bj

Monica disse...

Entendo seu coração de mãe, amiga. Um abraço bem apertado com desejo de que tudo, tudo dê certo prá vc! Seu anjinho foi feliz enquanto esteve aqui e continua lá, muito feliz, querida!