sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

QUERO DAR MINHA OPINIÃO!


Sempre que viajo levo um livro e esse livro acaba sendo parte da viagem,sempre associo uma coisa a outra.
Antigamente costumava levar um livro que tinha a ver com o lugar que ia ou com o assunto viagem
Agora não faço mais questão disso,o livro sendo bom já esta otimo.
Mas como saber se o livro é bom antes de ler,como saber se ele será um bom companheiro??
Então...Começo a le-lo antes da viagem, pra ver se "da liga".
E comecei a ler um agora pra levar pra praia.Só que ele esta me intigando e vou acabar de ler antes de entrar no avião.Me instiga pelo fato de não concordar com as ideias do autor e não ter como falar com ele,rs.E fico querendo ler mais e mais pra saber onde isso vai dar.

O livro fala de um pai que autoriza o filho deixar de estudar contando que veja 3 filmes por semana, essa será sua educação!

Ok!!Válida a idéia!Na teoria,pq na pratica acho de uma irresponsabilidade sem tamanho.Primeiro que um menino de 15 anos não tem maturidade pra decidir se é isso que quer,se quer sim se privar de estudar, segundo pq até se fosse possivel ele ser bem educado e orientado por filmes o resto do mundo não seria, e iriam cobrar isso dele mais tarde.
E no livro, o pai aparece muito liberal e inseguro.Acaba fazendo o que filho quer por medo do filho deixar de ama-lo, dá uma de amigo, tem medo de magoar.
Acho mesmo que o que filho precisa de segurança e limite, lembro que isso foi importante na minha adolescencia...Amigos todos os outros podem ser, amigos nos ajudam a crescer, mas não nos educa.Pais são os principais educadores.
Tem até um trecho em que o pai percebe que o filho continua tenso e pergunta a razão e o filho responde que antes,ficava tenso por ter que ir a escola, por não achar interessante, mas agora ficava tenso por não ir, pela ideia que poderia fazer falta depois.Quer dizer, angustias todos teremos sempre, então temos que ter cuidado pra escolher qual tipo nos será menos nociva.
Acho que os filmes deveriam ser complementarios na educação.
E to numa vontade danada de falar isso pro Seu David (autor),mas não encontro ele, então se alguem o vir...

3 comentários:

Thaiza Nacaxe disse...

Concordo plenamente. Um adolescente de quinze anos sabe o que quer sim. Mas ele não sabe que o que ele quer hoje pode ser e provalmente será prejudicial para o seu futuro.

Acho que seremos boas mães.

Meu pai devolver seu livro aquele que não fala sobre nada?? Acho que ele deixou lá na minha madrinha.

Beijos!!

Dri disse...

Dani querida, coloquei minha opinião no facebook!

Posso só falar de novo?! O Jesse é uma delicinha, um vozeirão, ai!

Ir disse...

Pode deixar se encontrar o David (autor) eu falo que você quer falar com ele...

beijinhos, bom findi