segunda-feira, 21 de julho de 2008

Sempre Buenos Aires...


Visatada e revisitada,sempre vale a pena...
Está indo para Buenos Aires e quer saber que tipo de dinheiro levar na carteira. Dólar, real?
Dólar
Existem dois tipos de dólar. O dólar que você já tem na gaveta e o dólar que você ainda precisa comprar.
O dólar que você tem na gaveta é uma moeda ótima para levar à Argentina – já que, pelo que temos visto ultimamente, ele vem perdendo valor mês a mês. E como você já nem se lembra mesmo por quanto comprou, é melhor não tentar lembrar. Leve e gaste.
O dólar que você precisa comprar vem em três variedades. A uma delas, o dólar comercial (aquele que sai no jornal) você não tem acesso: essa é uma moeda de bancos e exportadores. Você pode comprar o dólar-turismo, que exige registro do CPF, ou o dólar-paralelo, que é comercializado, digamos, informalmente.
Real
Você pode levar reais no bolso na boa – desde que saiba onde trocar em Buenos Aires.
Na agência do Banco de la Nación do aeroporto (que funciona 24 horas, todos os dias),
No Banco do Brasil (Sarmiento, 487, entre Reconquista e San Martín) e na corretora Cambio América (Sarmiento, 501, esquina com San Martín), que funcionam em horário bancário (10h às 16h o BB; 11h às 15h a corretora)
Em compensação, nas casas de câmbio "normais" – as que existem na Florida e na Recoleta, que abrem cedo e fecham tarde, pagam muito mal

Onde trocar dólares e reais?
Bem. Digamos que você chegue à Argentina sem nenhum peso e queira transformar imediatamente seus dólares ou reais em moeda local.
Vá pegar suas malas. Está vendo essa casa de câmbio bem ao lado do carrossel? FUJA DELA!
É a pior cotação de Buenos Aires.
Já com as malas recuperadas, você sai para contratar um táxi. Está vendo aquela outra casa de câmbio em frente aos quiosques dos remis (carros com chofer)? FUJA DELA TAMBÉM! A cotação é a mesma, ruim que só.Faça o seguinte. Saia completamente do setor de desembarque (não se preocupe, há outro guichê de táxi depois da porta de saída) e vire à direita. Quando você vir a fila, entre nela: ali fica a agência do Banco de la Nación (ou Banco Nación, como os argentinos chamam). A cotação é ótima para os dólares (semana passada, idêntica à dos bancos do Centro) e interessante para reais – endereços e horários no parágrafo "Real", acima).
O bom da agência do aeroporto é que, mesmo que você perca meia horinha na fila, você se livra do problema na hora e tem a certeza de um bom negócio.
Pergunte ao guarda se a agência fechava em algum dia ou horário.
"Lamentablemente, NO! Ni siquiera en Navidad o Noche Buena!".
Se a fila estiver grande, vale a pena deixar para trocar numa casa de câmbio do centro? Se for dólar, vale; a diferença não é tão grande Mas o real, na rua, cai muito.Se você não trocar seus reais ali, então vá ao Banco do Brasil ou à Cambio América (endereços e horários no parágrafo "Real", acima).

Compras

Outlets Puma: Santa Fé, 3253; Lacroze, 4110
Outlets Nike: Córdoba, 4660; Corrientes, 6433
Outlet Christian Dior: Lafinur, 3057
Calçados: Av. Santa Fé entre Talcahuano e Callao
Boas compras: Av. Santa Fé entre Larrea e Uriburu
Roupa de cama: Arredo
Tiffany & Co., Galerías Pacífico
El Ateneo Gran Splendid: Santa Fé, 1860
Perfumes: Fallabella
Cashmere: imediações da Florida
Leather Shop: Florida, 544
Velas de la Ballena: Soler, 4082
Deco Express: Buenos Aires Design
Presentes para crianças: Recursos Infantiles, Borges, 1766
Samsonite: Av. Córdoba, 4261
Vinhos finos: Grand Cru, Av. Alvear, 1718
El Solar de la Abadía, Las Cañitas
Sony Style, Galerías Pacífico